Home

Por Giulia Simcsik

Participantes da Invasão Britânica dos anos 60, ocuparam o topo das paradas musicais norte americanas, influenciaram milhares de pessoas e viveram alucinadamente. São uma das bandas mais antigas ainda em atividade e, por sorte (pura sorte!), com todos os seus membros ainda vivos. The Rolling Stones ! Alguns integrantes passaram pelos Stones, mas os quatro conhecidos atualmente solidificaram a formação. Keith Richards, caminhando ao lado de Brian Jones; ambos de mãos dadas com Charlie Watts e todos abraçados (sempre que possível) a Mick Jagger enfrentaram o sucesso e as críticas, os conflitos egocêntricos e as disputas internas, as drogas, o álcool e tudo o mais que você imagina ser ilícito. Pois bem. Acredite: em 2012 a banda completou 50 anos de carreira e mais de 200 milhões de álbuns vendidos. Os Rolling Stones são a música transformada em juventude, são os criadores de hinos do rock internacional.

1976. Foto: Reprodução

1976. Foto: Reprodução

Segundo o professor Claudio Julio Tognolli, da Escola de Comunicação de Artes da Universidade de São Paulo; os Rolling Stones foram os caras que, de repente, falaram livremente de droga, sexualidade, anarquia; pregaram o evangelho da irresponsabilidade com o faça do seu jeito, seu corpo é seu templo, bote o que quiser nele. “Uma mistura de vários ingredientes que estavam sendo contidos por pelo menos 60 anos. Eles explodem nos Rolling Stones”. Além disso, sempre teve um elemento a mais: a química e ele era o mistério de tudo.

O nome vem de uma canção de Blues, composta por Muddy Waters e toda a banda é influenciada por esse estilo musical. Tudo começou quando, numa estação de trem, Jagger e Richards conversaram sobre os discos de Blues que um deles carregava para que, em seguida, se reconhecessem. Ambos haviam sido amigos de infância.

Eram o oposto dos Beatles, existentes na mesma época, apareciam como exemplos ruins e como bad boys e traduziam ao pé da letra a frase “Sexo, drogas e rock and roll”. Keith Richards, por exemplo, atualmente com mais de 60 anos, foi preso por consumo de drogas e chegou até a passar um período numa clinica de reabilitação. Além disso, é famoso pelos boatos de ter “cheirado” as cinzas de seu próprio pai. Ele e Jagger possuem uma relação muito tensa e cheia de conflitos, sempre ironizando e criticando um ao outro, levaram a uma separação temporária da banda, mas decidiram retomar a carreira. São especialistas em provocar, todos e qualquer um.  Sem querer, fizeram dos Stones os ícones, não de uma, mas de algumas gerações.

Keith Richards e Mick Jagger

Keith Richards e Mick Jagger

Campanhas como: “Boas festas aos cabelereiros, que estão morrendo de fome”, por causa dos grandes cabelos dos Stones e “Você deixaria sua filha se casar com um Rolling Stone”, nem precisamos explicar o12547 - 29x29- motivo desse slogan, marcaram a banda e sua eterna extravagância. O símbolo memorável da “Boca dos Stones” foi desenhado por John Pasche, seguindo a ideia de Jagger de esboçar a boca de uma deusa Hindu. Além do sexo, das drogas, das campanhas e do puro rock and roll, os Stones faturaram entre 1989 e 2012, aproximadamente 1,7 bilhões de dólares, sendo que quase 1 milhão foi apenas com a venda de ingressos.

Em 50 anos de carreira e pouco mais de existência, cada Stone possui inúmeras histórias para contar, algumas boas, como o nascimento dos 7 filhos de Mick Jagger, com 5 mulheres diferentes, e outras ruins… Em dezembro de 1969, durante um show na Califórnia, um dos fãs dos Stones, que era negro, foi assassinado por integrantes de uma gangue que faria a segurança do local; Brian Jones, integrante dos Stones na época, morreu afogado na piscina de sua casa. Anos antes, Keith Richards, ficou minutos inconsciente após um choque acidental. Sortudos. Nenhum adjetivo define melhor os integrantes da banda.  Eis a equação de sucesso dos Stones: quanto pior o comportamento, maior o tempo de existência e duração.

O documentário “Crossfire Hurricane” e uma turnê prevista para o ano que vem são os presentes de aniversário dos Rolling Stones.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s