Home

Por Gabriel Vilela

Segundo o Art. 14. da Constituição Federal Brasileira de 1988, o voto facultativo é permitido somente para os idosos acima de 70 anos,  contudo há colégios eleitorais que dificultam o acesso para os idosos. O número de eleitores brasileiros com 70 anos ou mais também aumentou, passando 6,9% nas últimas eleições para 7,2%. O aumento do número de eleitores nesta faixa etária comprova um fato da sociedade brasileira atual: queda na natalidade e aumento da expetativa de vida.

As eleições do domingo dia 7 de Outubro, segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) foram um sucesso, porém para os idosos não aconteceu de uma maneira simples.

A Brasilândia, distrito da cidade de São Paulo, é, segundo dados da Secretaria Municipal de Coordenação das Subprefeituras, o quarto bairro mais populoso da capital, concentrando cerca de 260 mil cidadãos.

O problema de acesso na Brasilândia

No colégio eleitoral “Escola Estadual Deputado Luiz Sérgio Claudino dos Santos”, os idosos acima de 70 anos participaram em massa da eleição. Alguns não estavam dando muita importância para a votação: ainda não sabiam em quem votar e só compareceram ao colégio para “passear”. É o caso de Osvaldo de 72 anos, que foi votar e depois se manteve na sombra de uma árvore para descansar e se “distrair”. Os idosos da Brasilândia veem a eleição como uma distração, mas todos acham que a participação na escolha de um novo prefeito é necessária para a cidade de São Paulo. O principal problema para os idosos da região é a acessibilidade. Isabel Silva, de 70 anos, foi cumprir com seu papel de cidadã: “Acho importante votar, por isso eu vim.” Entretanto seu acesso à urna foi difícil. Com as pernas recém-operadas, Isabel andava com dificuldade apoiada em uma bengala, apresentava problemas na fala e estava acompanhada de sua filha e sua neta.

Quando chegou para descobrir qual que era sua seção teve que esperar sentada cerca de 7 minutos. Por ser localizada no segundo andar Isabel precisou de auxílio para chegar à sua seção. Os policiais em serviço no colégio conversaram com ela durante a espera, mas não fizeram nada, voltaram para seu café e deixaram-na sentada esperando. À medida que ela aguardava, algumas pessoas passaram e comentaram “Judiação subir tudo isso”. Somente com a chegada de um mesário jovem ela pôde votar. O mesário a segurou pelas mãos e, andando de costas, guiou-a até a urna. Após o voto sua descida foi mais tranquila, o mesário a carregou no colo até a rampa de saída. O que para alguns cidadãos demorava mais ou menos cinco minutos, para Isabel demorou trinta.

Diferente de Zenaide Bitencourt, 70 anos, que mostrou disposição para votar e apesar das dificuldades, não necessitou de ajuda para ir a urna eletrônica, mas dependeu muito do transporte público para a eleição, em que esse meio de condução foi alvo de muitos protestos feito sobre ela, pois além de as ruas serem íngremes, não são todas que possuem asfalto, o que dificulta o andar de ônibus, principalmente em dias de chuva, além disso, exigiu também a retirada de lixos clandestinos, pois já estão se acumulando ao redor de sua residência.

Muitos idosos da Brasilândia sofrem com o difícil acesso para no seu cotidiano. A necessidade de pavimentação das ruas é imediata, as colinas do bairro também não ajudam no andar dos idosos mas até mesmo perto do colégio eleitoral descrito, foi visto os múltiplos buracos nas calçadas e alguns até com “santinhos” o que é um risco de o idoso escorregar e cair. Isso não aconteceu somente na cidade de São Paulo. Não foram fatos isolados nesta eleição. Problemas de mobilidade prejudicaram o acesso de idosos aos locais de votação em toda cidade.  Pelas eleições foi possível notar a falta de adequação de prédios públicos e particulares às questões de acessibilidade.

Um pensamento em “O difícil acesso às urnas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s