Home

Por Maria Paula Angelelli e Luiza Rossi

Ambos os sexos apresentam razões distintas para infidelidade. Os homens geralmente a justificam pelo seu instinto e, as mulheres, por fatores emocionais. Muitos fatores estão relacionados à traição como insegurança, ciúmes, falta de atenção,  frustações,  mudanças, entre outros.

Insegurança

A pessoa insegura bombardeia seu parceiro com suas desconfianças e ciúmes, o que pode acabar com o relacionamento. Assim,  são trocadas por outras, muitas vezes, menos atrativas só que mais confiantes.

Ciúmes

Um estudo realizado em agosto de 2012 pela pesquisadora chilena Ana Maria Fernandez, da Universidade de Santiago do Chile, à respeito do ciúmes, mostrou que homens são mais voltados à agressão, devido à competição entre outros homens e tendem à sofrer mais pelo ciúme sexual, enquanto as mulheres possuem parâmetros muito mais complexos, envolvidos pela dor, tristeza e insatisfação pessoal, com tendência a sofrer mais pelo ciúme emocional. Percebe-se uma diferenciação nos aspectos que são considerados importantes pelos sexos.

Falta de atenção

Quando o relacionamento cai na rotina, muitos reclamam a indiferença de seus parceiros. As mulheres, principalmente , reclamam disso. Elas atribuem a culpa da traição à seus maridos, não porque sentiram tesão em outro homem, mas porque o seu perceiro não lhe dava mais atenção.

Frustações

Quando as pessoas entram em uma relação criam expectativas sobre o parceiro que muitas vezes não são alcançadas. Essa intolerância às frustações podem ruinar relacionamentos ou buscar seus objetivos em terceiros.

Mudanças

Muitos mostram durante o namoro, especialmente no início,o que tem de melhor, ou até mesmo o parceiro só quer enxergar as boas qulidades do outro e, isso, somado à empolgação inicial, não faz com que as verdadeiras características sejam expostas, o que pode gerar consequências futuras. O verdadeiro perfil só irá ser mostrado com o passar do tempo, com a convivência.

A história de uma traição

No inverno de 2003, a gerente de vendas Carolina* começou a ter suspeitas de que seu marido a estava traindo. Ela e Carlos* estavam junto há 13 anos e tinham uma filha de 9. “A principal suspeita deu se através de um telefonema recebido por ele certa noite. Era um sábado e passava da 1h da manhã. Estávamos na sala e nossa filha dormia em seu quarto enquanto assistíamos tv. Eu estava cansada e resolvi me deitar. Fechei a porta do corredor e ele continuou lá, pois estava sem sono. Mal deitei em nossa cama e tive a impressão de escutar sua voz em tom de cochicho. Imediatamente meu coração ficou acelerado e minha intuição falou mais alto. Saltei da cama imediatamente e pé ante pé fui até a porta do corredor que dava acesso a sala e espiei pelo buraco da fechadura. Sim, ele estava falando ao telefone! Podia ouvi-lo claramente falando que não agüentava mais aquela situação e que ainda permanecia em nossa casa porque eu o chantageava, porque eu, em suas palavras, levaria nossa filha pra longe dele. Abri a porta e saltei em seu pescoço para pegar o celular… Em vão… Obviamente ele desligou e mentiu que estava escutando um recado na caixa postal. Não dormi aquela noite nem nas demais 20 noites que se seguiram até o flagrante. Depois desse acontecimento, uma sucessão de suspeitas tomaram conta de meus pensamentos e pouco a pouco fui tendo a certeza de seus atos.” Carolina contratou detetives particulares, com quem seguiu seu marido até a casa da mãe de sua amante. “Apareci na frente da casa dela e começamos a brigar. Eu não podia acreditar que ele estava fazendo isso comigo e que ela era capaz de fingir que não sabia de nada e ser a causa da destruição de uma família”.
*nomes trocados para preservar a identidade dos entrevistados

Na mídia

Capa da revista divulgando a traição de Kirsten

Um caso que gerou grande repercussão foi o da atriz Kristen Stewart. A atriz traiu seu namorado, também ator da da saga “Crepúsculo”, Robert Pattinson, com o diretor do filme em que estava atuando, Rupert Sanders. A notícia foi divulgada em julho desse ano através de fotos da atriz aos beijos e carícias com o diretor em um parque. Na verdade ocorreu uma infidelidade de ambos os lados, pois Sanders é casado e pai de dois filhos. Os dois pediram desculpas às respctivas pessoas que sairam magoadas.

Motivos femininos

As mulheres traem geralmente por fatores emocionais, pela falta de algo, como atenção, carinho, companheirismo,  ao qual elas atribuem a culpa, muitas vezes, à seus próprios parceiros. A mulher, mesmo infiel, coloca-se como vítima. Por vezes, elas não procuram por sexo, mas apenas uma relação mais profunda com o outro parceiro que a compreenda, dê atenção. Em uns casos as mulheres podem trair com outras mulheres porque acham que elas as escutam ou porque possuem mais intimidade.

Motivos masculinos

Uma pesquisa feita pela antropóloga e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro Mirian Goldenberg mostrou que há várias razões para a infidelidade masculina. Estudiosos culpam a testosterona e homens infiéis afirmam que o sexo com diversas parceiras melhora a relação com a esposa. Alguns até acreditam que o homem trai porque ele tem necessidade de provar algo para si mesmo. Muitos ainda culpam as mulheres por seus atos de infidelidade. “Eles dizem que nós somos as culpadas porque relaxamos na aparência e no jeito de tratá-los após algum tempo. A qualidade do sexo cai e o homem passa a buscar aquilo que perdeu em outras parceiras”, explica a professora.

Curiosidades

O programa “Traidores”, apresentado pelo canal a cabo Discovery Home&Health, conta histórias de casais que se perdoaram após a traição de uma das partes. O roteiro mostra relatos de casais e de pelo menos um psicólogo, que procura explicar as diversas causas da traição: infertilidade, trabalho excessivo, perda do emprego entre outras coisas que afetam uma relação conjugal. “Ao se afastar de seu parceiro, a pessoa acaba procurando alguém com quem pode se abrir mais facilmente”, esclarece a psicóloga da série, Anna Burkes. A série ainda destaca que cerca de metade da população do mundo já foi infiel pelo menos uma vez na vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s